100%

Projeto de Lei nº 0024/2018

  Matéria em Tramitação

Projeto de Lei nº 0024/2018





ESTIMA A RECEITA E  FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE RIO PARDO PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2019.

 
CAPÍTULO I
               DISPOSIÇÕES PRELIMINARES


Art. 1.º Esta Lei estima a Receita e fixa a Despesa do Município para o exercício financeiro de 2019, compreendendo:
I - o Orçamento Fiscal, referente aos Poderes do Município, seus fundos, órgãos e entidades da Administração Pública Municipal;
II - o Orçamento da Seguridade Social, abrangendo todas as entidades e órgãos da Administração Direta;


CAPÍTULO II
DO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL
             Seção I
Da Estimativa da Receita

Art. 2º A Receita Orçamentária é estimada, no mesmo valor da Despesa, em R$ 126.142.000,00 (Cento e vinte e seis milhões, cento e quarenta e dois mil reais)

Art. 3º A estimativa da receita por Categoria Econômica, segundo a origem dos recursos, será realizada com base no produto do que for arrecadado, na forma da legislação vigente e de acordo com o seguinte desdobramento:

ESPECIFICAÇÃO RECURSOS  LIVRES      RECURSOS VINCULADOS                    TOTAL                       1 – RECEITAS CORRENTES           47.244.760,00                90.964.240,00                                138.209.000,00                                             
Impostos Taxas e Contribuição de Melhoria9.989.560,00            5.139.640,00                                     15.129.200,00
Receita de Contribuições                15.000,00                             1.500.000,00                                      1.515.000,00                                                                                                                                                                                            
Receita Patrimonial                          60.600,00                                 525.000,00                                           585.600,00
Receita Agropecuária                                0,00                                           0,00                                                       0,00
Receita Industrial                                       0,00                                           0,00                                                       0,00
Receita de Serviços                        485.100,00                                  90.000,00                                            575.100,00
Transferências Correntes           35.217.600,00                           81.733.100,00                                    116.950.700,00
Outras Receitas Correntes            1.476.900,00                                      100,00                                        1.477.000,00

2 – RECEITAS DE CAPITAL               60.000,00                             1.916.400,00                                       1.976.400,00
Operações de Crédito                                  0,00                                           0,00                                                     0,00
Alienação de Bens                   0,00                                  175.200,00                                        175.200,00
Amortização de Empréstimos                      0,00                                         600,00                                                600,00
Transferências de Capital                    60.000,00                               1.655.000,00                                     1.715.000,00
Outras Receitas de Capital                            0,00                                   85.600,00                                            85.600,00

7 – RECEITAS CORRENTES                        0,00                                             0,00                                                    0,00
INTRAORÇAMENTÁRIAS    
Receita de Contribuições – Intraorç  .            0,00                                             0,00                                                  0, 00
Receita Parimonial – Intraorç.                         0,00                                            0,00                                                     0,00
Outras Receitas Correntes – Intraorç.             0,00                                            0,00                                                    0,00

8 – RECEITAS DE CAPITAL
INTRAORÇAMENTÁRIAS                               0,00                                            0,00                                                    0,00   Alienação de Bens – Intraorç                          0,00                                            0,00                                                    0,00
Amortização de Empréstimos – Intraorç          0,00                                            0,00                                                    0,00
Outras Receitas de Capital – Intraorç.              0,00                                           0,00                                                    0,00

9 – DEDUÇÕES DA RECEITA-            - 419.560,00                      - 11.647.440,00                                     -12.067.000,00
. . . .                                                        -419.560,00                       -11.647.440,00                                     -12.067.000,00
TOTAL                                                46.885.200,00                        79.256.800,00                                    126.142.000,00


Seção II
                 Da Fixação da Despesa

                      Art. 4º A Despesa Orçamentária, no mesmo valor da Receita Orçamentária, é fixada em R$ 126.142.000,00 ( Cento e vinte e seis milhões, cento e quarente a dois mil reais ) sendo:
I - No Orçamento Fiscal, em R$ 72.068.638,00 (Setenta e dois milhões, sessenta e oito mil e seiscentos e trinta e oito reais);
II - No Orçamento da Seguridade Social, em R$ 54.073.362,00 (Cinquenta e quatro milhões, setenta e três mil e trezentos e sessenta e dois reais);

Art. 5º A despesa total fixada apresenta o seguinte desdobramento:


GRUPO DE DESPESA             RECURSOS LIVRES           RECURSOS VINCULADOS                  TOTAL
3. DESPESAS CORRENTES       36.121.730,0080.                708.328,00                                    116.830.058,00
3.1 - Pessoal e Encargos Sociais 21.386.630,00                    30.749.265,00                                   52.135.895,00
3.1 - Pessoal e Encargos Social                    0,00                                   0,00                                                   0,00
Operações Intraorçamentárias                 
3.2 - Juros e Encargos da Dívida        620.000, 00                                   0,00                                        620.000,00
3.3 - Outras Despesas Correntes 14.115.100,00                     49.959.063,00                                    64.074.163,00
3.3 - Outras Despesas Correntes                 0,00                                     0,00                                                     0,00
Operações Intraorçamentárias
4. DESPESAS DE CAPITAL          3.637.048,00                        2.674.894,00                                       6.311.942,00
4.1 – Investimentos                        1.347.047,00                        2.673.094,00                                      4.020.141,00
4.1 – Investimentos –                                    0,00                                      0,00                                                    0,00
Op.Intraorçamentárias
4.2 - Inversões Financeiras                           1,00                                   800,00                                                801,00
4.2 – Inversões Financeiras –                        0,00                                       0,00                                                    0,00
Op.Intraorçamentárias.
4.3 – Amortização da Dívida          2.290.000,00                                  1.000,00                                     2.291.000,00
4.3 – Amortização da Dívida –                      0,00                                        0,00                                                    0,00
Op.Intraorçamentárias
9.9 - Reserva de Contingência       3.000.000,00                                         0,00                                      3.000.000,00
9.9 – Reserva de Contingência do RPPS     0,00                                        0,00                                                     0,00

TOTAL                                            42.758.778,00                         83.383.222,00                                    126.142.000,00


Art. 6º Integram esta Lei, nos termos do art. 8º da Lei Municipal nº 2.070/2018, que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o Exercício Financeiro de 2019, os anexos contendo os quadros orçamentários e demonstrativos das Receitas e Despesas, a programação de trabalho das unidades orçamentárias e o detalhamento dos créditos orçamentários.

Seção III
Da Autorização para Abertura de Créditos Suplementares

Art. 7º Ficam autorizados:
I – Ao Poder Executivo, mediante Decreto, a abertura de Créditos Suplementares até o limite de 30 % da sua despesa total fixada, compreendendo as operações intraorçamentárias, com a finalidade de suprir insuficiências de dotações orçamentárias, mediante a utilização de recursos provenientes de:
a) anulação parcial ou total de suas dotações;
b) incorporação de superávit e/ou saldo financeiro disponível do exercício anterior, efetivamente apurados em balanço;
c) excesso de arrecadação.
.
II – Ao Poder Legislativo, mediante Resolução da Mesa Diretora da Câmara, a abertura de Créditos Suplementares até o limite de 30 % de sua despesa total fixada, compreendendo as operações intraorçamentárias, com a finalidade de suprir insuficiências de suas dotações orçamentárias, desde que sejam indicados, como recursos, a anulação parcial ou total de dotações do próprio Poder Legislativo.

§ 1º As autorizações de que tratam os incisos I e II do caput abrangem também as programações que forem incluídas na Lei Orçamentária através de créditos especiais.

§ 2º Para fins da alínea b do inciso I do caput, também poderá ser considerado como superávit financeiro do exercício anterior, os recursos que forem gerados a partir do cancelamento de restos a pagar, obedecida a fonte de recursos correspondente.

Art. 8º Além dos créditos suplementares autorizados no inciso I do artigo 7º, fica o Poder Executivo também autorizado a abrir créditos suplementares destinados a atender:
I — insuficiências de dotações do Grupo de Natureza da Despesa 1 — Pessoal e Encargos Sociais, mediante a utilização de recursos oriundos de anulação de despesas consignadas ao mesmo grupo;
II — despesas decorrentes de sentenças judiciais, amortização, juros e encargos da dívida;
III — despesas financiadas com recursos provenientes de operações de crédito, alienação de bens e transferências voluntárias da União e do Estado.


CAPÍTULO III
DISPOSIÇÕES GERAIS E FINAIS

Art. 9º A utilização das dotações com origem de recursos provenientes de transferências voluntárias, operações de crédito e alienação de bens fica limitada aos efetivos recursos assegurados, nos termos do art. 24 da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2019.

Art.10 Fica o Poder Executivo autorizado a realizar operações de crédito por antecipação de receita, com a finalidade de manter o equilíbrio orçamentário-financeiro do Município, observados os preceitos legais aplicáveis à matéria.

Art. 11 Obedecidas as disposições da Lei de Diretrizes Orçamentárias, as transferências financeiras destinadas à Câmara Municipal serão disponibilizadas até o dia 20 de cada mês.

Art. 12 O Prefeito Municipal, nos termos do que dispuser a Lei de Diretrizes Orçamentárias, poderá adotar mecanismos para utilização das dotações, de forma a compatibilizar as despesas à efetiva realização das receitas.

                    Art. 13 Ficam automaticamente atualizados, com base nos valores desta Lei, o montante previsto para as receitas, despesas, resultado primário e resultado nominal previstos no demonstrativo referidos no inciso I do art. 2º da Lei Municipal Nº 2.070/2018, que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para o exercício financeiro de 2019 em conformidade com o disposto no § 1º do mesmo artigo.
Parágrafo único. Para efeito para efeitos de avaliação do cumprimento das metas fiscais na audiência pública prevista no art. 9o, § 4o, da LC nº 101/2000, as receitas e despesas realizadas, bem como o resultado primário apurado serão comparados com as metas ajustadas nos termos do caput deste artigo.

Art. 14 O poder executivo poderá efetuar alterações nos código e descrições das naturezas de receitas e despesas orçamentárias, visando adequá-los às alterações que venham a ser definidas pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) ou pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS).

Art. 15 Esta Lei entra em vigor nesta data e seus efeitos desde então.
GABINETE D PRESIDÊNCIA, EM 27 DE DEZEMBRO DE 2018.



                                                                       Ver. Antônio Celso Panta Habekost,
                       Presidente.
  OBS: As normas e informações complementares, publicadas neste site, tem caráter apenas informativo, podendo conter erros de digitação. Os textos originais, revestidos da legalidade jurídica, encontram-se à disposição na Câmara Municipal de Rio Pardo - RS.
Protocolos desta Publicação:Criado em: 29/11/2018 - 09:46:10 por: Ana Maria Gonçalves Alves - Alterado em: 27/12/2018 - 13:26:54 por: Rejane Conceição Ferreira
  Filtrar Tramitações em Andamento

Tramitações em Andamento

Projeto de Resolução nº 0004/2018

PROJETO DE RESOLUÇÃO QUE ALTERA A REDAÇÃO DO PARÁGRAFO ÚNICO DO ART. 12 E REVOGA O IV, DO ART. 34 DO REGIMENTO INTERNO DA CÂMARA MUNICIPAL DE RIO PARDO, RESOLUÇÃO Nº 001, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2016
Conclusão: 19/12/2018
Estágio: Iniciativa
Autoria: Alceu Luiz Seehaber

  Clique aqui e cadastre seu e-mail para acompanhar o andamento dessa matéria.

Projeto de Lei nº 0024/2018

ESTIMA A RECEITA E  FIXA A DESPESA DO MUNICÍPIO DE RIO PARDO PARA O EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2019.
Conclusão: 29/11/2018
Estágio: Revisão
Autoria: Poder Executivo

  Clique aqui e cadastre seu e-mail para acompanhar o andamento dessa matéria.

Projeto de Lei nº 0028/L/2018

DÁ DENOMINAÇÃO A VIA PÚBLICA - RUA PROFESSORA ELSA DORNELES SÁ 
Conclusão: 13/11/2018
Estágio: Plenário
Autoria: Maria Salete Silva Trabaina

  Clique aqui e cadastre seu e-mail para acompanhar o andamento dessa matéria.

Projeto de Lei nº 0027/L/2018

DISPÕE SOBRE O CONTROLE DA REPRODUÇÃO DE ANIMAIS E O PAGAMENTO DE MULTAS POR ATOS DE CRUELDADE PRATICADOS CONTRA ANIMAIS, INDEPENDENTE DE PUNIÇÕES PREVISTAS EM OUTROS DISPOSITIVOS LEGAIS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
Conclusão: 09/11/2018
Estágio: Revisão
Autoria: Vera Lúcia Ferreira da Silva

  Clique aqui e cadastre seu e-mail para acompanhar o andamento dessa matéria.

Projeto de Lei nº 0024/L/2018

  ALTERA O PARÁGRAFO ÚNICO DO ARTIGO 1º DA LEI 1.573/L, DE 25 DE OUTUBRO DE 2007, QUE INSTITUIU O  "DIA MUNICIPAL DE DOAÇÃO DE SANGUE E MEDULA ÓSSEA" E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.
Conclusão: 25/10/2018
Estágio: Revisão
Autoria: Maria Salete Silva Trabaina

  Clique aqui e cadastre seu e-mail para acompanhar o andamento dessa matéria.

Projeto de Lei nº 0023/L/2018

  DISPÕE SOBRE A DIVULGAÇÃO DE LISTAGEM DE PACIENTES QUE AGUARDAM POR CONSULTAS COM ESPECIALISTAS, EXAMES E CIRURGIAS NA REDE PÚBLICA DE SAÚDE DO MUNICÍPIO, POR MEIO ELETRÔNICO, NO SÍTIO ELETRÔNICO OFICIAL E EXPRESSO NO MURAL DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DO MUNICÍPIO DE RIO PARDO.
Conclusão: 24/10/2018
Estágio: Revisão
Autoria: João Luiz Vaz da Rocha

  Clique aqui e cadastre seu e-mail para acompanhar o andamento dessa matéria.